Faça seu projeto de educação corporativa: acompanhe cada uma das etapas

Ano novo é hora de fazer o planejamento e criar alternativas para o crescimento da empresa. É preciso pensar em como continuar superando os desafios que surgiram em 2020. Como os impactos iniciais das mudanças já foram absorvidos, é possível estabelecer um projeto para reestruturação dos negócios pensando no longo prazo.

A educação corporativa é um ótimo instrumento para isso. Como as empresas precisaram fazer adaptações em seus modelos de negócio e na própria dinâmica de trabalho, é hora de investir na formação dos profissionais e mantê-los preparados para garantir a eficiência, reter  os talentos, ampliar as vendas e aumentar o  engajamento aos objetivos da empresa.

Saiba como criar seu cronograma anual de cursos e utilizar os recursos disponíveis na empresa para instruir seus colaboradores.

1. Identifique as demandas

O primeiro passo para a criação de um cronograma é analisar as necessidades tanto dos colaboradores quanto da empresa. É importante estabelecer onde esses dois pontos convergem, para assim atender as duas demandas. A educação corporativa abrange diferentes áreas como: atualização profissional, ampliação de competências técnicas e habilidades comportamentais, além da formação de líderes. Portanto é preciso identificar em quais aspectos sua empresa precisa investir mais para garantir o crescimento esperado neste ano.

2. Metas

Crie metas que podem ajudar a definir para quais áreas o investimento precisa ser direcionado. Suas prioridades podem estar divididas, principalmente, entre: os objetivos da empresa, as mudanças necessárias ou as lacunas de conhecimento.  Sabendo o resultado que a empresa espera obter fica mais claro o caminho que precisa ser percorrido para chegar lá. 

3. Planejamento e implementação

Sabendo das necessidades é hora de planejar as etapas de implementação de cada setor da empresa. É preciso, junto com os gestores, analisar quais serão os melhores momentos para a realização dos cursos. 

É preciso avaliar o investimento e quais são as expectativas de retorno ao longo do ano. Manter as contas equilibradas é um fator importante para que a educação corporativa seja uma política permanente, mantendo o diferencial para que sua empresa tenha destaque no mercado. Quando esse planejamento não é feito de forma adequada, interrompendo a continuidade dos treinamentos, pode trazer consequências como a desmotivação dos colaboradores e a redução da eficiência da empresa.

O tempo de formação também deve ser analisado no planejamento, definir a duração correta de cada capacitação pode evitar desgastes desnecessários. O dinamismo deve ser a palavra chave na construção da educação corporativa.

4. Metodologia

 A educação corporativa é um universo abrangente de ferramentas e métodos disponíveis para transmitir conhecimento dentro de uma empresa. Saber identificar as melhores ferramentas e o melhor uso delas para cada situação é o que garante a efetividade das iniciativas de formação. Essas iniciativas devem estar vinculadas ao contexto de cada empresa, usar a estrutura já disponível é uma ótima alternativa para que tudo aconteça de forma natural no cotidiano empresarial. Por exemplo, se sua empresa trabalha com tecnologia, nada melhor que utilizá-la na hora de estabelecer seu plano de educação corporativa. Aproxime o colaborador do seu processo de formação.

Considerando estes fatores e o custo de cada alternativa, a empresa pode optar por cursos presenciais, semipresenciais ou EAD. As três opções podem contar com ferramentas múltiplas como:

  • E-learning;
  • Gamificação;
  • Realidade virtual;
  • Videoaulas;
  • White board;
  • Pílulas de conhecimento;
  • Rapid learning;
  • Simuladores;
  • Infográficos;
  • E-book digital;
  • Gestão de resultados;
  • Conteúdo técnico e de habilidades comportamentais.

A partir dessas alternativas defina o modo e o conteúdo que deve ser transmitido em cada curso a ser desenvolvido. 

5. Gestão do conhecimento

Faça o melhor uso dos investimentos aplicados na educação corporativa. Transforme cada um de seus colaboradores num agente de transmissão de conhecimento, fazendo com que todos colaborem para a propagação da cultura da empresa, dos conhecimentos técnicos já adquiridos e  habilidades comportamentais necessárias para cada ambiente.

6. Monitoramento de resultados

Quando a opção é por uma educação corporativa realizada por intermédio de ferramentas tecnológicas, o monitoramento dos resultados é mais simples. Você pode verificar de forma integrada como seus colaboradores estão fazendo uso das ferramentas, o tempo que disponibilizam para isso e quais os aspectos que precisam ser periodicamente reforçados, identificando fragilidades na formação da equipe e de diferentes áreas. 

E o cronograma anual de implementação da formação profissional auxilia no monitoramento dos resultados diretos obtidos pela empresa, como o aumento na rentabilidade e as melhorias advindas de cada investimento.

A educação corporativa gera ótimos resultados no médio e no longo prazo. As empresas podem garantir a otimização destes resultados contando com fornecedores especializados. Nem sempre é fácil para a própria empresa dispor de um setor capaz de realizar o planejamento e a estruturação da educação corporativa, por isso contar com equipes especializadas na área pode garantir a eficiência desse programa e o menor custo de implementação, tendo em conta que profissionais da área podem identificar com maior facilidade as melhores escolhas com o menor custo.

Quer começar 2021 investindo em educação corporativa? A Café EAD é especializada em identificar as melhores soluções para diferentes realidades. Entre em contato e saiba como garantir o crescimento de seus colaboradores e da sua empresa.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *